Plano odontológico em Fortaleza é com a Unidental

Telefone Unidental: 85 3433.2333
Espaço do cooperado

Blog sua Saúde é Unidental

Dicas para a higiene bucal de bebês e crianças

BrushingTeeth

Engana-se a mamãe que acha que deve se preocupar com a limpeza da boca e dos dentes do bebê só depois que os dentinhos surgem. É recomendável ter o hábito de higienizar a gengiva do bebê logo após o nascimento.

Há algumas condições que você deve conhecer sobre como tratar da higiene bucal do seu filho:

Os primeiros dentes

Não existe idade certa, mas eles começam a surgir entre os 6 e 14 meses de vida. Os primeiros costumam ser os frontais de baixo. Use uma escova pequena, macia e adequada para a idade (a embalagem traz a indicação etária). A pasta deve ter flúor, mas o ideal é colocar uma quantidade bem pequena: uma porção do tamanho de um grão de arroz cru é suficiente para os bebês. Para crianças maiores, que já sabem cuspir, use um pouco mais, como um grão de ervilha. Troque a escova a cada três meses mais ou menos.  Recomenda-se que os pais façam de duas a três escovações diárias nos filhos, sempre após as principais refeições.

Higiene bucal antes dos dentes

Enquanto o bebê não tem nenhum dente, as bactérias que causam a cárie são engolidas, sem danos à saúde bucal. A limpeza da boca deve começar com uma gaze ou fralda molhada em água filtrada, passe por toda a boca da criança, limpando gengiva, bochechas e língua.

Dentição completa

Na grande maioria dos casos, entre 2 anos e meio e 3 anos, todos os dentes de leite da criança já terão nascido. São dez superiores e mais dez inferiores.

Troca de dentes

É por volta dos 5 ou 6 anos de vida que tem início a troca dos dentes de leite pelos permanentes.  Os primeiros são os de baixo, da frente. Os dentes costumam amolecer até que caiam sozinhos ou fiquem “por um fio”, bastando uma leve puxadinha para soltar.

Dentes permanentes

Com cerca de 12 anos, quando terminam todas as trocas, a criança deve ter 28 dentes. Aí, falta aparecer apenas os cisos – que, em alguns casos, não nascem ou não existem. Caso venham a surgir, é só por volta dos 18 anos.

Uso de fio dental

O uso ou não do fio dental depende da proximidade entre os dentes: quando são bem grudadinhos, é melhor utilizar (um vez por dia é suficiente). Caso sejam afastados, não precisa passar.

A importância da alimentação

Você sabia que a saúde bucal não depende apenas dos bons hábitos de higiene? Para dentes bonitos, é fundamental cuidar da alimentação de seu filho. Tudo começa com uma dieta balanceada, rica em verduras, frutas e legumes. O consumo de itens ricos em açúcar, como balas, chocolates e refrigerantes, deve ser evitado ao máximo. Quando a criança ingere muitos doces e não faz a escovação correta, aumenta a chance de surgirem cáries.

Consultas com o dentista

O odontopediatra deve ser consultado quando nasce o primeiro dentinho do bebê. Na ocasião, o profissional irá orientar a família sobre escovação.

Para estimular a boa higiene bucal, dê o exemplo escovando seus dentes na frente da criança e explique sempre a importância da limpeza para evitar o surgimento de cáries. Utilizar livros infantis que abordam o assunto de forma lúdica pode ajudar. Deixar a criança escolher na compra da escova costuma funcionar também.

Converse com o seu dentista, ele é a pessoa mais indicada para dar mais dicas com relação à higiene bucal do seu filho.

Ainda não tem um dentista?

Conheça nossos planos!

(85) 3433.2333

Fonte: Abo Odontopediatria

últimas

Conheça os Diferenciais Unidental

serviços de saúde bucal de alta qualidade com a melhor relação custo/benefício do mercado.